Ácido hialurônico preço: Quanto custa esse tratamento?

Ácido hialurônico preço: Quanto custa esse tratamento?

O que é ácido hialurônico?

Com a idade chegando vem as rugas surgindo e elas são impiedosas, mas também acontecem algumas modificações no rosto e a perna dos tônus. Atualmente existem diversas opções de tratamentos estéticos na área médica, sendo importante escolher um bom especialista no assunto, para definir o melhor tratamento para você.

A técnica de preenchimento facial é a mais procurada em todo o mundo, principalmente por que as pessoas desejam adquirir contornos mais belos ao rosto e retirar as rugas superficiais e profundas.

Ácido hialurônico preço: Quanto custa esse tratamento?

O preenchimento com ácido hialurônico sintético é bem procurado pois  deixa a pele com um efeito natural e após 8 a 15  meses pode-se fazer a reaplicação do produto. Esse método tem sido o mais procurado pelos pacientes que buscam melhorar as rugas e o contorno da face. 

O procedimento é rápido, dura somente 30 minutos,  é aplicado uma anestesia no local para conforto durante o procedimento.

Ácido hialurônico preço: Quanto custa esse tratamento?

Essa substância produzida sinteticamente é parecida com um gel transparente. O ácido hialurônico é produzido normalmente pelo nosso organismo, sendo responsável pela hidratação e pelo volume da pele. Com o passar dos anos, a sua quantidade na pele diminui, surgindo as rugas e aspecto de cansaço na face, sendo indicada a sua aplicação para melhora da aparência.

O tratamento é bem simples e devido à simplicidade desse procedimento, existem poucos cuidados que se deve ter com a pré e a pós aplicação. O principal é escolher um excelente médico Dermatologista, com treinamento e especialização, para realizar o procedimento da forma correta e natural. Outros cuidados é evitar o sol, aplicação de cremes, ginastica ou qualquer atividade física no dia da aplicação. 

Sobre o preenchimento:

Os locais que são mais procurados para aplicações são: no sulco nasolabial (bigode chinês), nos lábios ou no contorno deles,  na região acima dos lábios (rugas em “código de barras”), nas olheiras, maçãs do rosto e o contorno da mandíbula, além de poder ser utilizado para elevação de cicatrizes deprimidas.  

Outros tratamentos com ácido hialurônico, também realizados:

  • Na reabilitação de pacientes na ortopedia
  • Tratamentos de artrose
  • Lubrificante das articulações
  • Está sendo pesquisado na parte de oftalmologia para lubrificação dos olhos.

Preço do tratamento:

Os preços podem variar de caso para caso e dependendo também do seu objetivo. É impossível estimar o valor do procedimento, pois cada paciente necessita de uma quantidade diferente de ácido hialurônico para o preenchimento de suas rugas. Por isso é necessária a avaliação pelo médico Dermatologista antes da aplicação. Não perca tempo fazendo “pesquisa de preços” e nem procure o local “mais barato”, pois o que importa é a sua saúde e a qualidade do trabalho que será feito. Por isso, primeiro defina o médico que irá realizar o procedimento, e depois agende uma consulta para que ele possa lhe avaliar individualmente antes da aplicação. 

Ácido hialurônico preço: Quanto custa esse tratamento?

Tratamento com ácido hialurônico em Campo Grande – MS

A Dra. Cristiane Comparin é Médica Dermatologista especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e pode te ajudar a recuperar a autoestima através de diversos tratamentos, incluindo o tratamento com ácido hialurônicos.

 

A Dra. Cristiane Comparin, Dermatologista em Campo Grande – MS, atende na Clínica Santé!

 R. Teldo Kasper, 49, Sala 6, Chácara Cachoeira. Campo Grande – MS

 67 3201-8000
 67 99635-3915

Entre em contato

Saiba mais ou tire suas dúvidas sobre ácido hialurônico com a Dra. Cristiane Comparin. O ideal para sua avaliação individualizada é agendar uma consulta médica.

Marque uma consulta
Enviando
A Dra. Cristiane Comparin respeita o Código de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina e, entre outras atitudes, não realiza consultas médicas via internet ou qualquer outro meio. De acordo com o Conselho Federal de Medicina é vetado ao médico: consultar, diagnosticar ou prescrever por qualquer meio de comunicação de massa ou a distância (Resolução CFM 1974/2011).